Make your own free website on Tripod.com
KAPPÔ
TÉCNICAS DE REANIMAÇÃO
 (Esta folha demora a carregar, tenha paciência)
. 
      KAPPÔ é um conjunto de técnicas de reanimação e recuperação do atleta utilizadas no Judo, durante os treinos e shiais, aplicáveis quando os atletas perdem o conhecimento, por resistirem a estrangulamentos para além dos seus limites ou por terem sofrido pancadas nos testículos. 
    Quando se aplica eficazmente estas técnicas os atletas recuperam rapidamente as suas faculdades podendo prosseguir o seu treino ou combate. 
     O Kappô (Kwatsupho) tem a sua origem  no antigo Jiu-jitsu, tendo o Judo absorvido as técnicas aplicáveis aos problemas verificados nos treinos e competições. 

. 

  
Figura 1
Figura 2

As técnicas mais empregues são as seguintes: 

    SASOI-KATSU - reanimação, estimulando a inspiração.  

  • O Tori encosta o joelho direito (fig. 1 ponto B) à coluna vetebral do Uke cujas costas deverão fazer um ângulo de aproximadamente 45º com o tatami (fig. 3) e simultâneamente coloca as mãos sobre o peito do Uke (fig. 4).
  • O Tori com o movimento das suas mãos no sentido das axilas do Uke, "abrirá" o peito do Uke de forma a que ele inspire (estímulo à inspiração). Seguidamente, num movimento brusco levará as mãos juntas para cima do externo do Uke, premindo-lhe vigorosamente o peito. Esta técnica deverá acompanhar o ritmo respiratório do Tori.
    1. Utilizações: Dificuldades respiratórias provocadas por:
      • Embate forte no tapete sem execução correcta do ukemi;
      • Queda do Uke em cima do peito.
    Figura 3
    Figura 4


    . 
    ERI-KATSU - reanimação com compressão do diafragma.   
  • O Tori coloca-se do lado direito do Uke que está sentado no tatami com as as costas num ângulo de aproximadamente 45º com aquele. O Tori coloca o braço esquerdo em volta do pescoço do Uke e com a mão direita tentará abrir-lhe a boca (fig. 5)
  • Com a boca do Uke já aberta o Tori muda a posição da mão esquerda que estava apoiada junto à gola do Uke (Eri) para o queixo de forma a que este mantenha a boca aberta. Seguidamente o Tori com a mão direita (fig. 6) pressiona o abdomen do Uke. Tori deverá usar a palma da mão junto ao pulso para executar este movimento de forma a que este movimento tenha acção no diafragma (fig. 1 Ponto C).  Esta técnica como a anterior deverá acompanhar o ritmo respiratório do Tori.
    1. Utilizações: Dificuldades respiratórias provocadas por:
      • Embate forte no tapete sem execução correcta do ukemi;
      • Queda do Uke em cima do peito;
      • Desmaio por resitência a estrangulamento.
    Figura 5
    Figura 6

.......... 
   SO-KATSU - reanimação geral, método composto. 
  
.........
  • O Uke ficará deitado de costas com braços elevados (fig. 7).
  • O Tori com as duas mãos juntas em cima do umbigo do Uke (palmas da mão voltadas para baixo) executa um movimento rápido com pressão de baixo para cima (do ponto D para o ponto C, fig. 1).
  • O Uke ficará deitado barriga para baixo e braços elevados (fig.  8). O Tori com as duas mãos juntas fará o mesmo tipo de movimento descrito na alínea anterior (do ponto D para o ponto C, fig. 1).
    1. Utilizações: Dificuldades respiratórias provocadas por:
      • Embate forte no tapete sem execução correcta do ukemi;
      • Queda do Uke em cima do peito.
. 
Figura 7
Figura 8

   . 
 KOGAN-KATSU ou INNO-KATSU - reanimação por pancadas nos testículos.  
  • O Tori agarra o Uke (sentado e com as costas a 90º com o tatami) metendo os braços por baixo das axilas deste (fig. 9);
  • O Tori levanta o Uke do tatami deixando-o cair de seguida. Repete esta operação cerca de 10 vezes, ou as necessárias até os escrotos descerem.
  • O 'I'ori com o pé direito (fig. 10) percutirá, várias vezes as costa do Uke no ponto E (fig. 1).
    1. Utilizações: 
      •  Pancadas fortes nos testículos. 
    Figura 9
    Figura 10
    .. .
Figura 11
.
 

BIBLIOGRAFIA

Inicio desta folha